Santiago de Cuba, só os mais fortes resistem

Não estávamos preparados para o calor que íamos enfrentar em Santiago de Cuba. Se pensávamos que nos outros sítios estava calor, não era nada quando comparado com as altas temperaturas e o bafo constante desta cidade. Andar de um lado para o outro com um calor abrasador, a suar em bica por todos os poros do nosso corpo, a necessidade constante de beber água e o surgir dos primeiros problemas intestinais (é o que dá andar a comer comida cubana aka feijão, feijão e mais feijão durante três semanas)… Foram dias “difíceis”, não vamos negar.

splitphoto_santiago3

_MG_5314

Apesar das dificuldades, é impossível ficar indiferente a esta cidade que é a segunda maior do país e que pode ser considerada o berço da revolução cubana. Foi aqui que os rebeldes liderados por Fidel Castro tentaram, em 1953, atacar as forças do regime: um assalto falhado ao Cuartel Moncada que acabaria com muitas mortes. Fidel, por sua vez, foi capturado e depois esteve exilado no México. Numa segunda tentativa, três anos mais tarde, volta a Cuba na companhia de mais de 80 revolucionários, entre os quais o irmão Raul Castro, Che Guevara e Camilo Cienfuegos, a bordo do iate Granma, e inicia a guerrilha que iria pôr termo à ditadura em 1959. Também foi aqui que, depois de mais de uma semana de luto, em 2016, as suas cinzas foram deixadas no cemitério de Santa Ifigenia.

_MG_5341

_MG_5340

Para além de todo o contexto histórico, por estar localizada no outro extremo da ilha, a cidade também tem influências bastante notórias dos países vizinhos como a Jamaica, o Haiti e a República Dominicana. Toda a cidade é uma festa, cheia de movimento, cor, cultura e música em todas as esquinas. Uma cidade tão “caliente” tinha de ter este ambiente, certo?

splitphoto_santiago1

_MG_5362

splitphoto_santiago

De Santiago de Cuba levamos aquela que é provavelmente a recordação mais caricata desta viagem. O que é que se faz quando dois fanáticos por futebol, que estão a milhares de quilómetros de distância do seu país, querem ver o clássico entre FC Porto e Benfica? A resposta mais fácil seria provavelmente “esqueçam isso, depois veem o resultado na Internet”. Bem, não estávamos dispostos a desistir assim tão facilmente, por isso, comprámos dois cartões de Internet (um para usar nos primeiros 45 minutos, outro para a segunda parte), sentámo-nos no Parque Céspedes, no único cantinho disponível com sombra, e vimos o jogo como se estivéssemos em pleno estádio. Conseguem imaginar dois malucos sentados numa praça a olhar para um telemóvel durante quase duas horas? Sim, isto aconteceu e não nos livrámos de muitos olhares de cubanos a tentar perceber o que estávamos ali a fazer.

_MG_5315

_MG_5358

Os dias em Santiago também nos deram uma experiência que dificilmente vamos esquecer. Estávamos perto da Sierra Maestra, a zona montanhosa que Fidel Castro usou como centro de operações para executar os seus planos para derrubar Batista. Subir aquela montanha e ver os locais onde tudo foi planeado foi surreal. Mas mais surreal ainda foi o nosso guia que, como não percebia uma palavra de inglês, nos incumbiu de traduzir tudo o que ia dizendo ao grupo de alemães que ia connosco 😀

Santiago, foste difícil do primeiro ao último segundo mas valeste cada pinga de suor e cada “ai” de cansaço!

_MG_5329

_MG_5325

Ps. Já viste o nosso vídeo de Cuba?

4 thoughts on “Santiago de Cuba, só os mais fortes resistem

    1. Olá Allyne,

      Depois de uns dias por Santiago, rumámos até Bayamo pela Viazul e arranjámos um transporte privado que nos levou até a uma localidade perto da Sierra Maestra, chamada Bartolome Maso. A partir daí, esse mesmo transporte levou-nos à Sierra, onde fizemos um passeio de cerca de três horas.

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s